Os nossos apanhados na Festa do Setembro

IMG_0015IMG_0024IMG_0022Andavam todos muito cansadinhos porque o trabalho era imenso e as ordens e contra ordens ainda mais do que as tarefas diárias.

Mas, na noite do Setembro não havia canseiras nem tarefas urgentes e, até a mãe, contagiada pelo exemplo das filhas, trocou o soninho repousante pela passeio, estrada abaixo, estrada a cima, até os pés começarem a doer.

Claro que Teresa não se ficou pelo passeio. Roubou o chapéu a Manuel e entrou na roda com os bracinhos a dar a dar até ganhar força para mais uma “poncinha bem fraquinha”.

Enquanto Teresa dançava ao som dos despiques, o Victor e o Sérgio – quem diria! – também davam um ar da sua graça a espreitar atrás da menina de microfone com se tivessem esquecido a compostura.

Já noite dentro, Celina arrastou a mãe até ao carro e ordenou aos cavalheiros que a acompanhassem até casa pois, é para isso que, nestes dias, eles servem.

Ficaram só elas na  vida airada até de madrugada… Ah, e o pai a ver tudo!

IMG_0011 IMG_0026IMG_0007

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

Uma resposta a Os nossos apanhados na Festa do Setembro

  1. Lita diz:

    Mas que “emplastros”!!!! Se calhar já tinham ido à poncha?!
    Assim é que é mana Teresa… bailha maria!!!
    bj e fiquem bem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s