A porta do Divino Espírito Santo

IMG_0100Ao descobrir as pedras mais antigas da nossa casa apareceu, na parede em cima do balcão, o desenho de mais uma porta.

Ilda olhou para a descoberta e recordou o episódio. Quando a casa foi arranjada era intenção do pai criar ali uma porta, para se poder entrar directamente para a sala sem passar pelo corredor.

A nossa casa, como quase todas as outras da Lombada, pequenas ou grandes, tinham sempre uma sala reservada para as visitas. Mas as visitas importantes eram poucas e a sala acabava por ficar reservada para a visita anual do Divino Espírito Santo.

Acontece que ao inovar, introduzindo um corredor com quartos de um lado e de outro, o pai ficou com um problema: a sala deixava de ter acesso directo pela porta do balcão.

No entanto, duas portas, uma ao lado da outra, já não encaixava na arquitectura pensada ao ritmo da construção. Por isso, a opção foi aproveitar o vão para fazer uma janela e o Divino Esprito Santo passou, definitivamente, para a sala do rés-do chão, mais ampla e com menos degraus… porque a nossa casa era das últimas a receber Visita.

IMG_0108IMG_0107IMG_0109

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

4 respostas a A porta do Divino Espírito Santo

  1. maria celina garces diz:

    O que descobriste!!! Vamos prosseguir as escavacoes para novos tesouros? Ou o orcamento fica por aqui? Ja agora;a ideia e por a descoberto a pedra toda da casa ou so a barra da casa?
    Beij de Celina

    • Lita diz:

      Será que o telhado aguenta!!!! e a chuva não vai entrar????
      Gosto da ideia de colocar a obra do pai e avõ a descoberto.
      bj

      • V diz:

        A parede não constitui problema para o telhado ou chuva. As pedras pequenas são retiradas e o espaço é preenchido com cimento e novas pedras. A parede fica toda tapada, sem buracos, mais resistente porque entre as pedras se substitui a terra por cimento e, portanto, fica impermeável à chuva e mais resistente. Os problemas são: ! – Financeiro; 2 – Projeto global para um novo enquadramento visual exterior da casa de modo a realçar o brilho da pedra. Aceitam-se sugestões. mjanes

  2. Lita diz:

    Olá manos,
    As coisas que vocês sabem!!!, eu era mesmo buzica… é que não me lembro de nada disto.
    Felizmente os manos mais velhos querem perpetuar estas memórias e as obras do pai.
    Obrigado, bjj.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s