Uma tarde inteirinha no Hospital

O dia até não começou mal. A chuva que desde sexta-feira não pára de cair facilitou tudo. A Paula explicou que o dia no Centro terminava depois do almoço para a consulta no hospital.

A mãe aceitou o programa e ficou tão satisfeita que depois do almoço foi para o café com uma amiga mas avisou toda a gente que ia para o Funchal e, mesmo ai, conseguiu avistar o carro.

No hospital Dona Aninhas portou-se bem, muito bem mesmo. No entanto, tantas foram as entradas e saídas de gabinetes que a meio teve a mesma reacção de Avelino quando vai dar um passeio…

Num dos novos corredores, ainda faltava resolver o problema de uma consulta que deveria ter ocorrido de manhã, resolveu a adiantar o passo e, toda dinâmica, perguntar, ao primeiro utente onde era a porta de saída, certamente para despachar aquelas burocracias.

Os exames acabaram por decorrer bem e a operação ficou marcada para o próximo dia 16 de Junho.

Ao sair do hospital, a mãe enfrentou com dificuldade a luz mas começou logo a trabalhar. “O carro está muito longe. Avelino não tem sapatos. Hoje não temos nada para o jantar….”

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s