OS TRABALHOS NO FINAL DO DIA

<Avelino regressou entusiasmado com o objetivo de continuar a “cavar batatas”.

D. Aninhas, feliz e satisfeita por ver que estava gente em casa, perguntou logo à chegada:

– O que se vai fazer para o jantar?

E, logo de seguida, segredou:

– A seguir ao lanche, elas deram-me um licorzinho e um bolo… Primeiro disse que não queria… mas depois nem fiz questão.

D. Aninhas sempre preocupada com o jantar, só descansou quando viu a panela de sopa a ferver e, perante um disparo da máquina fotográfica, questionou:

– Mas quantas fotografias já tirou à panela?

– Só duas! – respondeu Victor a medo…

– Mas a panela é sempre a mesma!…

Celina apanhou as batatas já enxutas, Victor levou-as para a “loja” da avó e, reparando nas semilhas já impróprias para consumo, retirou-as para um lugar mais adequado.

Mas, antes do cair da noite, ainda houve tempo de cortar um cacho de bananas: Liliana, para além das anonas e das laranjas, já tem bananinha da Lombada para comer.

Claro que, antes dos banhos, ainda houve tempo para a mãe afirmar, referindo-se a Avelino:

– Tantas engenharias! Até mete nervos!…

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s