A magia da nossa lareira grande

lareiraNa nossa casa, enquanto crianças, nunca ouvimos falar do Pai Natal. Nesta época do ano quem mandava era o Menino Jesus. Parecia até que era Ele quem prometia aparecer ou não na chaminé com os presentes no dia de Natal.

Por isso havia sempre o cuidado de não multiplicar as asneiras e aumentar o esforço para cuidar melhor da casa ou dos animais e aceitar, mais facilmente, o esforço para arranjar lenha seca ou cavar, mesmo com chuva, as últimas batatas.

Para nós, era certo que o Menino Jesus mandava mas não era ele que vinha colocar os presentes na lareira. Essa tarefa era da mãe, da avó ou da tia Maria.

O grande problema era descobrir a hora. Havia quem tentasse não dormir mas, a noite nunca mais passava. Havia quem fosse para a cama cedo e tentasse ser o primeiro a acordar todos numa berraria infernal. O grande problema era sempre aquele nervoso miudinho que obrigava a esfregar as mãos ou a morder a língua! …

Mais tarde, quando todo o mistério começou a desaparecer, a nossa lareira grande voltou a ganhar novo encanto. Em vez dos sapatos pequeninos, começaram a aparecer sapatos e botas de todos os tamanhos a começar na avó. A lareira ficava cheia e, só isso, já era um encanto.

Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s