O Divino Espírito Santo em casa… e a mãe lá no galinheiro…

A nossa casa foi a primeira da Lombada a receber, este ano, a visita do Divino Espírito Santo, porque Celina estava de saída para Londres.

Almoço apressado, com duas mesas, uma na rua e outra dentro de casa, pessoal todo aperaltado e a mãe, sorrateiramente, escapa à vigilância porque havia restinhos de comida por ali e a as galinhas, coitadinhas, sem rolão.

Às tantas, entra a salva de prata pela porta dentro a perguntar por Dona Aninhas e, a mãe, botinhas de água, saia azul no galinheiro.

Correrias, espera-se, não se espera e o Sr. Padre resolveu o problema: começa-se quando a Dona Ana chegar. E assim foi.

A mãe chegou com as mãos lavadinhas e bem frias, segundo as palavras do Sr. Padre.
Toda a família reunida, as cantorias arrancaram com a orquestra a preceito e as pétalas das rosas subiram no ar ao som da voz afinada das celuias. Depois veio a água benta, as despedidas com promessas de voltar para o ano e o Espírito Santo arrancou, distribuído por três automóveis.

A mãe ficou satisfeita e radiante: “Isto com música dá outra alegria!”

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

Uma resposta a O Divino Espírito Santo em casa… e a mãe lá no galinheiro…

  1. francisco santos diz:

    A Primeira casa a receber o divino espirito santo foi a da minha avó no Lanço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s