As preocupações com a Lapinha

Este ano as preocupações da mãe com a Lapinha da nossa casa começaram muito cedo. As primeiras dúvidas foram apresentadas pela mãe há cerca de um mês a Ilda: “Achas que este ano vale a pena fazer a lapinha?”.

Claro que a resposta foi sempre afirmativa e o entusiasmo cresceu te tal maneira que a mãe pensou logo em duas árvores de natal, uma em cima e outro na sala de jantar. Para resolver o problema, requisitou a João Caldeira uma daquelas modernas árvores fabricadas na China e deu as suas tarefas por concluídas.

Avelino, sentindo a época natalícia a aproximar-se, começou a resmungar, ou até mesmo a ralhar a sério, porque nada acontecia. No último domingo, andou atarefado a procurar os tocos guardados no sótão há anos, colocou tudo na sala e sentou-se, pernas esticadas no sofá, a recomendar a conclusão da obra.

Mas, os trabalhos decorreram com tal lentidão que resolveu lembrar que ainda faltava o trigo e todas as figurinhas do costume. Como poucas coisas apareciam com a rapidez que a época exige, Avelino foi sempre espreitado e acabou mesmo por, depois de alguma ralhação, agarrar no trigo que teima em crescer muito lentamente e levá-lo para a sala.

    

Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s