FAMÍLIA SIMÃO

Na Lombada, a família do senhor Simão nunca foi motivo para grandes histórias. Mas, conta-se que nos seus tempos de jovem namoradeiro o senhor Simão caminhava com medo pelos caminhos da Chamusca.

Por ali vivia a jovem Alexandrina de Jesus para quem o jovem Simão Martins deitava o olhinho maroto. Os tempos eram difíceis e, para não dar nas vistas, apesar da estatura elevada, o jovem apaixonado tapava a cabeça com um saco de capucho, para não ser reconhecido, sempre que se aproximava da casa da amada.

Mas, o namoro vingou e, juntos, criaram nove filhos, quatro rapazes e cinco raparigas. A obrigação diária eram as tarefas agrícolas para todos.

      

O senhor Simão não poupava ninguém ao trabalho do campo. Rapazes e raparigas marchavam, em igualdade, para os trabalhos agrícolas sempre que era necessário.

Dona Alexandrina além de colaborar nestas tarefas também bordava e criou nas filhas um sentido de grupo e proximidade que ainda hoje perdura. Vivem todas próximo da mãe e raro é o dia em que não são vistas em grupo na Lombada.

       

Os filhos, devido às dificuldades na Lombada, partiram para o Brasil, Venezuela, Austrália e apenas um ficou na Madeira.

Hoje, dona Alexandrina conta já com 25 netos e 16 bisnetos e embora não conte a ninguém o segredo da sua longevidade no dia em que comemorou 96 anos, como a noite começava com um ar bem fresquinho e húmido, não dispensou a sua ponchinha!

As últimas fotografias do Senhor Simão

    

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

Uma resposta a FAMÍLIA SIMÃO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s