O CANTINHO QUE RECORDA SEMPRE O PAI

Ao lado do lagar ainda há vestígios dum cantinho onde o pai escondia as suas “iguarias”, para assinalar momentos muito especiais ou, até, uma bisca bem jogada.

O ritual era sagrado. Em determinados momentos festivos, o pai desaparecia por instantes e aparecia com uma “pomada” muito especial, docinha, macia e clarinha que até as meninas, sempre avessas a copinhos, pediam sempre mais um bocadinho.

Acabada a festa, o vinho doce regressava ao seu local de estágio e, por vezes, até o pai se esquecia dele, sempre à espera de um momento ou convidados muito especiais.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s