AS DIFICULDADES DA MÃE

Cada dia que passa, a mãe enfrenta dificuldades cada vez maiores para coordenar as pequenas alterações, por mais simples que sejam.

A alteração das horas, dos medicamentos ou a simples anulação de uma consulta previamente marcada transformam-se num grande problema de difícil perceção.

As luzes de casa acendem-se e, raramente, se apagam. As torneiras da rua e da casa de banho abrem-se mais vezes do que se fecham e, por vezes, a água corre até ao terreiro dos vizinhos.

No dia a dia a mãe retomou a sua habitual agilidade mas precisa, permanentemente, de alguém que a seu lado evite a descoordenação, por vezes o pânico, que os seus esquecimentos e receios, de vez em quando, lhe provocam.

Pensando bem, se cada um dos filhos devolver, em companhia, um mês, apenas uma mês, por cada ano em que a mãe cuidou de nós ainda muito ficaria por pagar.

Este esforço é apenas um contributo para um pedido que o pai formulou: “Cuidem da mãe como cuidaram de mim!”

Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s