INSÓLITO À PORTA DA CASA DE CELINA

A viagem até à casa de Celina, por estradas secundárias e muitas rotundas, foi longa e cansativa. Não admira, por isso, que a fome tenha chegada mais cedo do que o previsto para a hora da sopa e do frango. Por isso, ao abrir a mala do carro apareceram uns comes ali “à mão de semear” e o pessoal, caso insólito em casa de Celina, não resistiu à tentação mesmo ao cair da noite e já com o cheirinho da sopa a ferver.

Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s