VIAGEM A FÁTIMA

O chá de Sintra não foi remédio para o sono e a mãe aproveitou o percurso de Lisboa até ao Santuário de Fátima para equilibrar a noite.

Mas, em Fátima, começando na Basílica, a mãe percorreu os túmulos dos pastorinhos, leu todas as inscrições e avisos e acabou sentada na pequenina Capelinha das Aparições onde se recitava o terço.

Depois percorreu o recinto central imaginando o espaço cheio de gente e lembrando que gostaria de visitar Fátima mas com Avelino…

Na nova Basílica admirou a grandiosidade do espaço centrando a sua curiosidade nos dias em que podia encher.

Depois veio o almoço, bem sentadinha ao lado das caravanas que se instalam em Fátima, onde o melão mereceu especial destaque saboreado ao sol que de vez em quando deixava espreitar o frio que ser avizinhava.

Esta entrada foi publicada em Família com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s