AS SAIAS DE BAINHA FOLGADA

A moda das saias curtas também chegou à Lombada, naturalmente com as necessárias adaptações aos usos e costumes locais.

A tia Maria, regressada do Congo Belga e ambientada nas modas na altura reinantes na Bélgica, gostava de ver as sobrinhas com saias por cima do joelho e a mãe não queria ficar atrás e fazia os vestidos, tanto quanto possível, ao gosto das filhas.

Mas havia o pai…. e os “resmungos” habituais a que se juntavam os comentários dos amigos.

Com a prudência que as circunstâncias e os tempos exigiam, a mãe optou por confecionar as saias das filhas com “bainha folgada”.

Assim, quando estavam em casa da tia Maria as bainhas subiam e as meninas pareciam que eram mesmo da cidade.

Quando regressavam a casa dos pais, as bainhas das saias baixavam, pelo menos até ao joelhinho… para evitar confusões!

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Família com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Uma resposta a AS SAIAS DE BAINHA FOLGADA

  1. Marta Garces diz:

    pois é: e hoje foi-se a vergonha toda, estupor – de sai curta e ainda de perna cruzada a mostrar o rabo…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s