O EURO, ESSE PESTE

A mudança do escudo para o euro não foi tarefa fácil lá em casa.

As meninas, muito preocupadas com os negócios semanais da mãe, tentaram, cada uma à sua maneira, explicar como se faziam as contas na nova moeda.

A mãe tomou nota das explicações nos intervalos das suas múltiplas correrias e acabou por dar uma ajuda nas preocupações de todos: “Não há problema. Com 100 escudos comprava uma pasta de dentes, agora é com 50 cêntimos”.

O pai nunca deu o braço a torcer mas inventou a sua estratégia. Dava a nota ou moeda e ficava à espera do troco. Se estava com alguém de confiança, estendia a mão com as novas moedas e dizia: “Escolhe lá esse peste!” .

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Família. ligação permanente.

Uma resposta a O EURO, ESSE PESTE

  1. celina diz:

    Esta deu um bom momento de riso nesta noite de tanto frio em Londres.
    Oh pá, se tens mais destas gravadas, envia-as. Beijinhos para o pai.

    CG

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s