O NATAL NA MADEIRA

Na Madeira a festa começou cedo, a partir do dia 15 de Dezembro, com as missas do parto. É uma tradição que vem de longe, e nem o frio nem a chuva das manhãs de Inverno demovem os fiéis das novenas. Depois da missa, o povo junta-se no adro da Igreja na conversa e, este ano, comendo sandes de carne de vinho e alhos e bebendo uns grogues.

De acordo com relatos de fontes credíveis, todos os presentes (na missa de dentro e na missa de fora) tiveram direito a uma sandes e a copos – alguns tiveram mais do que outros.

No dia 24, fomos à Missa do Galo, em Ponta Delgada.  O auto do Natal foi representado e, como é de tradição, ensaiado pela D. Zita. Os anjos estiveram esplendorosos, como  é hábito…

As romarias animaram o fim da missa. A novidade deste ano foi o facto de Celina e Victor terem participado na “romagem” da Primeira Lombada, ensaiada pela vizinha Ermelinda.

Os comentários: “Viu-se que as pessoas gostaram!”; “Estava tudo calado a ouvir…”; “Até bateram palmas… e foram rijas!”.

Depois, o povo reuniu-se na rua porque havia umas “peças”.

No final, recolhemo-nos à nossa casa da Lombada para, tinham-nos dito, o reconfortante calor da canja de galinha. Nao houve canja, mas houve chá e bolos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não classificado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s