É difícil optar mas é bom sonhar

img011 - Cópia (3)O sol tem espreitado pela janela nestes últimos dias mas os tempos continuam difíceis e aproxima-se o dia em que é preciso optar.

O tratamento tem de continuar apesar da recuperação ainda ser lenta, o caminhar incerto e os passos não são seguros,

As opções não são muitas, ou melhor, estão reduzidas a uma folha de papel e a uma assinatura, desta vez apresentada com humanidade e todas as explicações perceptíveis.

Há sinais de esperança de uma viagem mais agradável como nos sonhos longínquos do carrinho do paizinho.

Publicado em Família | 1 Comentário

É preciso espreitar sempre novas oportunidades

img010 - Cópia (2)

Imagem | Publicado em por | 1 Comentário

A semana começou com sol, muito sol

img005 - Cópia (2)

Imagem | Publicado em por | 1 Comentário

Parabéns da mãe, tias e primas para o menino Hugo

img011 - Cópia (4)

Publicado em Família | Deixe o seu comentário

CONTINUA A COLOCAR O TEU CORAÇÃO EM DEUS

Se puderes, reserva alguns momentos em cada um dos dias desta semana para ouvir músicas calmas. Se não puderes ouvir música, fecha os olhos e faz silêncio interior.

Depois, deixa que essa música ou esse silêncio pacifique o teu coração.

Procura sentir a presença de Deus e deixa que Ele tome conta de ti. O mais certo é não sentires uma presença sensível, pois não é esse o modo normal de Deus estar contigo. Procura-O no teu interior, no mais íntimo do teu coração onde Ele te enche de alegria se tu deixares. Agradecendo por mais este Domingo na alegria do Senhor Jesus Ressuscitado, dá início à tua semana de oração.

Marcador da Palavra para a 29ª Semana do Tempo Comum – ano A (19 a 25 de outubro, 2014)

Publicado em Família | Deixe o seu comentário

As saudades dos tempos da roça

img004 (6) - CópiaMuito gostam as maninhas Marina e Dulce de recordar, durante as tardes no hospital, os tempos de criança passados na roça, na casa grande, com terraços cheios de café a secar.

Recordam com emoção as manias de cada uma para comer, as aventuras dos animais de estimação que abundavam nos arredores e em casa, as partidinhas e as aventuras vividas em conjunto.

No campo em frente à casa o espaço era tão grande que até uma pequena aeronave podia aterrar. No entanto, a Marina descobriu que a bicicleta só podia andar a direito para manter o equilíbrio, e tanto andou sempre a direito que, com tanto espaço, foi cair bem longe no mato… Um susto tão grande para a Dulce que nunca mais quis andar de bicicleta.

Publicado em Família | Deixe o seu comentário

Os primeiros passinhos

img011 - CópiaA Dulce, depois de dois meses deitada na cama do hospital, começou a dar os primeiros dez passinhos, apoiada por um andarilho e uma fisioterapeuta que prometeu voltar todos os dias.

Primeiro é preciso suportar o peso do corpo, elevar o pé, abrir e fechar os braços e erguer até as mãos para o céu. O trabalho promete ser longo porque a dificuldade em ingerir alimentos é grande e as forças não abundam.

Para aumentar as dificuldades uma médica anunciou que já estavam reunidas as condições mínimas para a Dulce recomeçar as sessões de quimioterapia. Um autêntico balde de água fria na esperança de melhores dias que estava a renascer.

Publicado em Família | Deixe o seu comentário